Conceitos da indústria 4.0 e seus principais desafios de implantação nas empresas contemporâneas

Palavras-chave: Quarta Revolução Industrial, Internet das Coisas, Sistemas Físicos Cibernéticos

Resumo

Com o crescente desenvolvimento da computação, o mundo presencia o surgimento de novas tecnologias capazes de impactar diretamente o cotidiano das pessoas, além das mais diversas áreas do mercado, como: economia, indústria e serviços. Diante deste contexto de avanços tecnológicos, surge o conceito de Indústria 4.0, em que o uso generalizado de sensores e a troca autônoma de dados entre dispositivos possibilitam a criação de Sistemas Físicos Cibernéticos ou Cyber-Physical Systems (CPS), cuja principal característica é a virtualização do ambiente fabril, possibilitando maior controle e monitoramentos dos processos. Porém essa nova Revolução Industrial traz consigo novos desafios. Desta forma, foi realizada uma Revisão Bibliográfica Sistêmica, a fim de analisar os principais conceitos referentes às Indústria 4.0, como também identificar as principais dificuldades de implantação dessas novas tecnologias na indústria. Para realização da pesquisa, foram utilizados os mecanismos de busca: Science Direct, Web of Science, IEEE Xplore e Scopus, utilizando palavras-chave relacionadas à Quarta Revolução Industrial e tecnologias afins. Foi realizada uma análise crítica do material bibliográfico, para identificar os principais desafios relacionados à implantação da Indústria 4.0 nas empresas. Os resultados preliminares evidenciaram que os principais problemas enfrentados consistem na falta de segurança das informações, falta de integração entre os processos de desenvolvimento e implantação dos algoritmos, complexidade de compilação de dados e elevado custo de implantação.

Biografia do Autor

Adriano Marinheiro Pompeu, Centro Universitário Tiradentes (UNIT)

Mestre em Desenvolvimento Local pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), e em Eficiência Energética e Sustentabilidade pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Engenheiro de Segurança do Trabalho pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (Uniderp), e Engenheiro de Produção pelo Centro Universitário de Campo Grande (UNAES). Professor do Centro Universitário Tiradentes (UNIT).

Arthur Nunes de Castro Oliveira, Centro Universitário Tiradentes (UNIT)

Graduando em Engenharia de Produção pelo Centro Universitário Tiradentes (UNIT). Graduando em Engenharia de Computação pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Referências

ALMEIDA, P. S. Indústria 4.0: Princípios básicos, aplicabilidade e implantação. São Paulo: Érica, 2019.

BAHRIN, M. A. K.; OTHMAN, M. F; AZLI, N. H. N; TALIB, M.F. Industry 4.0: A review on industrial automation and robotic. Jurnal Teknologi, Kuala Lumpur, Malaysia, v. 78, n. 6-13, 2016.

BATISTA, E. fordismo, taylorismo e toyotismo: apontamentos sobre suas rupturas e continuidades. In: III SIMPÓSIO LUTAS SOCIAIS NA AMÉRICA LATINA. LONDRINA, ANAIS... Londrina: PR, 2008. Disponível em: http://www.uel.br/grupo-pesquisa/gepal/terceirosimposio /erika_batista.pdf. Acesso em: 3 out. 2020.

BERGER, C; HEES, A.; BRAUNREUTHER, S.; REINHART, G. Characterization of cyber-physical sensor systems. Procedia CIRP, Augsburg, Germany, v. 41, p. 638-43, 2016.

CAO, H.; ZHANG, X.; CHEN, X. The concept and progress of intelligent spindles: a review. International Journal of Machine Tools and Manufacture, Xi’an 710049, China, v. 112, p. 21-52, 2017.

CARA, M. H. M. Quarta Revolução Industrial: Um Estudo Bibliográfico da Indústria 4.0 e suas principais tecnologias inseridas. 2019. 46 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, MG, 2019.

CARVALHO, A. M. Pinho. A globalização e o desafio da questão social: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA DOMÉSTICA, 14., Fortaleza. Anais [...] Fortaleza: CE,1997.

CARVALHO, M. M.; PALADINI, E. P. Gestão da qualidade: teoria e casos. Rio de Janeiro: Campus, 2013.

CHEN, F. et al. Data mining for the internet of things: literature review and challenges. International Journal of Distributed Sensor Networks, [s.l], v. 11, n. 8, p. 431047, 2015.

CHENG, C. H. et al. Semantic degrees for industrie 4.0 engineering: deciding on the degree of semantic formalization to select appropriate technologies. In: PROCEEDINGS OF THE JOINT MEETING ON FOUNDATIONS OF SOFTWARE ENGINEERING. 10, 2015. p. 1010-3.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA [CNI]. Investimentos na Indústria. Ano 9. Número 1. Brasília: CNI, 2019. Disponível em: http://www.portaldaindustria.com.br. Acesso em: 29 out. 2020.

COELHO, P. Rumo à Indústria 4.0. 65 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) – Faculdade de Ciência e Tecnologia de Coimbra. Universidade de Coimbra, Portugal. 2016.

EVANGELISTA, G. M. S; SIMON. A T; JUNIOR. M. Vieira; CORRER. I. Evolução dos Sistemas Físicos Cibernéticos referenciada nos seus requisitos: Uma Análise da Literatura. In:

CORRER, I. et al. Pesquisa na Graduação: Inserção da formação do profissional de engenharia de produção em ambiente de P&D, Belo Horizonte: Poisson, 2019. p. 8-17.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. Ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GORECKY, D. et al. Human-machine-interaction in the industry 4.0 era. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON INDUSTRIAL INFORMATICS (INDIN), 12, IEEE, 2014. p. 289-94.

GUANILO, M. C.; TAKAHASHI, R. F.; BERTOLOZZI, M. R. Revisão sistemática: noções gerais. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 45, n. 5, p. 1260-6, 2011.

HERMANN, M.; PENTEK, T.; OTTO, B. Design principles for industrie 4.0 scenarios. In: HAWAII INTERNATIONAL CONFERENCE ON SYSTEM SCIENCES (HICSS), 49, IEEE, 2016. p. 3928-37.

KAGERMANN, H.; WAHLSTER, W.; HELBIG, J. Recommendations for implementing the strategic initiative Industrie 4.0. National Academy of Science and Engineering, Frankfurt, 2013.

KHAN, M. et al. Big Data challenges and opportunities in the hype of Industry 4.0. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON COMMUNICATIONS (ICC). IEEE, p. 325-31, 2017.

LEE, J. KAO, H. A.; YANG, S. Service innovation and smart analytics for industry 4.0 and big data environment. Procedia Cirp, [s.l], v. 16, n. 1, p. 3-8, 2014.

LIU, Y. PENG, Yu; WANG, B.; YAO. S.; LIU. Z. Review on cyber-physical systems. IEEE/CAA Journal of Automatica Sinica, v. 4, n. 1, p. 27-40, 2017.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de Metodologia Científica. 8. Ed. São Paulo: Atlas, 2017.

MARQUES, H. R; MANFROI, J.; CASTILHO, M. A; NOAL, M. L. Metodologia da Pesquisa e do Trabalho Científico. Campo Grande: Universidade Católica Dom Bosco, 2014.

MONOSTORI, L. Cyber-physical production systems: Roots, expectations and R&D challenges. Procedia Cirp, [s.l], v. 17, p. 9-13, 2014.

OKOLI, C. A guide to conducting a standalone systematic literature review. Communications of the Association for Information Systems, Montreal, v. 37, n. 1, p. 43, 2015.

PINHEIRO, L. V. R. Fontes ou recursos de informação: categorias e evolução conceitual. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, v. 1, n. 1, 2006.

RODRIGUES, L. F.; JESUS, R. A.; SCHÜTZER, K. Industrie 4.0: Uma revisão da literatura. Revista de Ciência & Tecnologia, [s.l], v. 19, n. 38, p. 33-45, 2016.

RUY, G. R. A tomada de decisão baseada em dados na indústria 4.0: revisão sistemática. 2017. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia de Produção) – Escola de Engenharia de São Carlos, São Carlos, SP, 2017.

SADEGHI, A. R.; WACHSMANN, C.; WAIDNER, M. Security and privacy challenges in industrial internet of things. In: 2015 52ND ACM/EDAC/IEEE DESIGN AUTOMATION CONFERENCE (DAC). IEEE, p. 1-6, 2015.

SAKURAI, R.; ZUCHI, J. D. As revoluções industriais até a indústria 4.0. Revista Interface Tecnológica, [s.l], v. 15, n. 2, p. 480-91, 2018.

SANTAELLA, L. et al. Desvelando a internet das coisas. Revista GEMInIS, [s.l], v. 4, n. 2, p. 19-32, 2013.

SANTOS, B. P. et al. Indústria 4.0: desafios e oportunidades. Revista Produção e Desenvolvimento, [s.l], v. 4, n. 1, p. 111-24, 2018.

SANTOS, B. P. et al. Internet das coisas: da teoria à prática. In: MINICURSOS SBRC-SIMPÓSIO BRASILEIRO DE REDES DE COMPUTADORES E SISTEMAS DISTRIBUIDOS, v. 31, 2016.

SCHLICK, J. et al. Industrie 4.0 in der praktischen Anwendung. Industrie 4.0 in Produktion, Automatisierung und Logistik. Springer Vieweg, Wiesbaden, 2014. p. 57-84.

SOUSA, F. R. C.; MOREIRA, L. O.; MACHADO, J. C. Computação em nuvem: Conceitos, tecnologias, aplicações e desafios. II Escola Regional de Computação Ceará, Maranhão e Piauí (ERCEMAPI), p. 150-75, 2009.

TAURION, C. Cloud computing-computação em nuvem. Rio de Janeiro: Brasport, 2009.

WANG, L.; TÖRNGREN, M.; ONORI, M. Current status and advancement of cyber-physical systems in manufacturing. Journal of Manufacturing Systems, [s.l], v. 37, p. 517-27, 2015.

YANG, De-Li; LIU, Feng; LIANG, Yi-Duo. A survey of the internet of things. In: PROCEEDINGS OF THE 1ST INTERNATIONAL CONFERENCE ON E-BUSINESS INTELLIGENCE (ICEBI2010), Atlantis Press, 2010.

Publicado
2022-04-04
Como Citar
Pompeu, A. M., & de Castro Oliveira, A. N. (2022). Conceitos da indústria 4.0 e seus principais desafios de implantação nas empresas contemporâneas. Multitemas, 26(64), 5-28. https://doi.org/10.20435/multi.v26i64.3355