A proteção dos direitos sociais na perspectiva do desenvolvimento e das políticas públicas igualitárias e não discriminatórias

Palavras-chave: desenvolvimento, direitos sociais, migrantes, políticas públicas, protagonismo

Resumo

O presente artigo propõe uma reflexão sobre os direitos sociais e o Estado enquanto agente prestacional e protetor dos direitos fundamentais. Em sociedades marcadas pelo multiculturalismo e migrações, as diferenças precisam ser respeitadas e reconhecidas, e os direitos sociais desta população também. A partir deste contexto, exigem-se adaptações nas políticas públicas, a fim de atender às especificidades dos migrantes, de forma que sejam capazes de estabelecer o diálogo, o respeito e o reconhecimento, bem como a inclusão desses novos atores na sociedade de acolhida, afastando, por consequência, a desigualdade e a discriminação. O artigo está estruturado em três seções. Na primeira seção, procura-se abordar os direitos sociais enquanto prestação positiva do Estado e a partir da dignidade humana, de modo a explicar na segunda seção a relevância da efetivação desses direitos sob a perspectiva do desenvolvimento e da liberdade segundo Amartya Sen e da ampliação das capacidades de Martha Nussbaum. A partir dessas premissas, demonstra-se, na parte final do texto, a importância da instituição de políticas públicas voltadas à concretização dos direitos sociais dos indivíduos, especialmente da população migrante, que, pelas circunstâncias do processo migratório, são reféns da vulnerabilidade social. Desenvolvidos de forma igualitária e não discriminatória, esses direitos são capazes de compensar as desigualdades sociais, bem como atuar como impulsionadores das liberdades, das capacidades e do protagonismo no tecido social. O método utilizado para a análise é o teórico bibliográfico, que elucida a relevância da temática diante do atual contexto de intensa mobilidade humana.

Biografia do Autor

Daniela da Rosa Molinari, Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES)

Doutora em Ambiente e Desenvolvimento na Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES). Mestre em Direito pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ). Graduanda em Direito pela Universidade de Cruz Alta (UNICRUZ). Servidora pública municipal, advogada.

Luciana Turatti, Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES)

Doutora em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC). Professora dos Programas de Pós-Graduação em Ambiente e Desenvolvimento (PPGAD) e em Sistemas Ambientais Sustentáveis (PPGSAS), ambos da Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES).

Ioná Carreno, Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES)

Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora nos cursos de Medicina, Enfermagem e Farmácia da Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES).

Referências

FALCÃO, Valdirene Ribeiro de Souza. Os direitos fundamentais e o princípio da dignidade da pessoa humana. Revista da Seção Judiciária do Rio de Janeiro – SJRJ, Rio de Janeiro, v. 20, n. 38, p. 227-39, dez. 2013.

FURRI, Filippo. “Os migrantes podem agir?” – presença, organização, visibilidade em um cenário precário. Revista Interdisciplinar de Mobilidade Humana – REMHU, Brasília, v. 24, n. 47, p. 11-26, maio/ago. 2016.

HACHEM, Daniel W. Tutela administrativa efetiva dos direitos fundamentais sociais: por uma implementação espontânea, integral e igualitária. 2014. 614 f. Tese (Doutorado em Direito) ¬– Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR MIGRATION [IOM]. World Migration Report 2018. IOM, 2018. Disponível em: https://www.iom.int/wmr/world-migration-report-2018.

JOSEPH, Handerson. Prólogo. In: MEJÍA, Margarita Rosa Gaviria (Org.). Migrações e direitos humanos: problemas socioambientais. Lajeado: Ed. da Univates, 2018.

LEDUR, José Felipe. Direitos fundamentais sociais: efetivação no âmbito da democracia participativa. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2009.

LUSSI, Carmen. Políticas públicas e desigualdades na migração e refúgio. Psicologia USP, São Paulo, v. 26, n. 2, p. 136-44, 2015a.

LUSSI, Carmen. Formulação legal e políticas públicas no trato das migrações nacionais e internacionais. Migrações e trabalho. Brasília: Ministério Público do Trabalho, 2015b.

LUSSI, Carmen. Desafios do encontro entre migrantes e comunidades cristãs: reflexões sobre situações de vulnerabilidade. Encontros Teológicos, Florianópolis, v. 32, n. 3, p. 479-94, set./dez. 2017.

MARQUES, Claudia Lima; MIRAGEM, Bruno. O novo direito privado e a proteção dos vulneráveis. 2. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2012.

MOTTIN, André Luís dos Santos. Direitos sociais e desenvolvimento: perspectivas para uma reconciliação em Amartya Sen. 2019. 165 f. Dissertação (Mestrado em Direito) – Universidade de Passo Fundo [UPF], Passo Fundo, RS, 2019.

NUSSBAUM, Martha C. Educação e justiça social. Portugal: Pedago, 2014.

NUSSBAUM, Martha C. Fronteiras da justiça: deficiência, nacionalidade, pertencimento à espécie. São Paulo: Martins Fontes, 2013.

OLIVEIRA, Rafael Sérgio Lima. Interesse privado: uma reflexão acerca da supremacia do interesse público no estado social. In: LIMA, Fernando Rister de Sousa. PORT, Otávio Henrique Martins. Oliveira, Rafael Sérgio Lima de Oliveira (Coord.). Poder Judiciário, Direitos Sociais e Racionalidade Jurídica. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

POLI, Luciana. Um olhar sobre a teoria crítica de Axel Honneth. Ius Gentium, Curitiba, v. 12, n. 6, p. 209-30, jul./dez. 2015.

PINHEIRO, Maurício Mota Saboya. As liberdades humanas como bases do desenvolvimento: uma análise conceitual da abordagem das capacidades humanas de Amartya Sen. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 2012. [Texto de Discussão].

PIOVESAN, Flávia. Proteção dos direitos humanos sob as perspectivas de raça, etnia, gênero e orientação sexual. Perspectivas do constitucionalismo brasileiro à luz dos sistemas global e regional de proteção. In: BERTOLDI, Márcia Rodrigues; GASTAL, Alexandre Fernandes.

CARDOSO, Simone Tassinari (Org.). Direitos fundamentais e vulnerabilidade social: em homenagem ao professor Ingo Wolfgang Sarlet. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2016.

RIKILS, Fabiana. Imigrantes venezuelanos no município de Boa Vista – Roraima e as políticas públicas sociais. 2018. 129 f. Dissertação (Mestrado em Direito) – Universidade de Santa Cruz do Sul, Santa Cruz do Sul, RS, 2018.

SARLET, Ingo Wolfgang. Os direitos fundamentais sociais na Constituição de 1988. Revista de Diálogo Jurídico, Salvador, v. 1, n. 1, p.01-45, abr. 2001. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/5307223/mod_resource/content/1/OS%20DIREITOS%20FUNDAMENTAIS%20SOCIAIS%20NA%20CONSTITUI%C3%87%C3%83O%20DE%201988%20-%20INGO%20WOLFGANG%20SARLET.pdf

SARLET, Ingo Wolfgang. A eficácia dos direitos fundamentais: uma teoria geral dos direitos fundamentais na perspectiva constitucional. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2015.

SARMENTO, Daniel. Dignidade da pessoa humana: conteúdo, trajetórias e metodologia. Belo Horizonte: Fórum, 2019.

SARMENTO, Daniel. Direitos sociais e globalização: limites ético-jurídicos ao realinhamento constitucional. Revista de Direito Administrativo, Rio de Janeiro, v. 223, p. 153-68, jan./mar. 2001.

SAYAD, Abdelmalek. A imigração ou os paradoxos da alteridade. Prefácio de Pierre Bourdieu. Tradução de Cristina Murachco. São Paulo: Edusp, 1998.

SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

SEN, Amartya. A ideia de justiça. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

SILVA, José Afonso. Curso de Direito Constitucional Positivo. 24. ed. rev. e ampl. São Paulo: Malheiros, 2005.

SILVA, Leda Maria Messias; LIMA, Sarah Somensi. Os imigrantes no Brasil, sua vulnerabilidade e o princípio da igualdade. Revista Brasileira de Políticas Públicas, Brasília, v. 7, n. 2, p. 384-403, abr./jul. 2017.

SCHMIDT, João Pedro. Para estudar políticas públicas: aspectos conceituais, metodológicos e abordagens teóricas. Revista do Direito, Santa Cruz do Sul, v. 3, n. 56, p. 119-49, set./dez. 2018.

ZAMBAM, Neuro José; KUJAWA, Henrique Aniceto. As políticas públicas em Amartya Sen: condição de agente e liberdade social. Revista Brasileira de Direito, Passo Fundo, v. 13, n. 1, p. 60-85, mar. 2017.

ZEIFERT, Ana Paula; STURZA, Janaína Machado. As políticas públicas e a promoção da dignidade: uma abordagem norteada pelas capacidades (capabilities approach) propostas por Martha Nussbaum. Revista Brasileira de Políticas Públicas, Brasília, v. 9, n. 1, p.114-26, 2019.

Publicado
2022-04-28
Como Citar
Molinari, D. da R., Turatti, L., & Carreno, I. (2022). A proteção dos direitos sociais na perspectiva do desenvolvimento e das políticas públicas igualitárias e não discriminatórias. Interações (Campo Grande), 23(1), 101-113. https://doi.org/10.20435/inter.v23i1.2988